Ferraris em Interlagos

Em tempos de GP de Fórmula 1 em São Paulo, eu que moro em Interlagos, local do autódromo histórico que completa 75 anos, não posso deixar de pensar na escuderia italiana Ferrari, o que me lembra automaticamente de Pininfarina, já que meu mundo gira muito mais em torno de design (e comida) do que de carros de corrida.

logo-pininfarina

Pininfarina é um estúdio de design internacional reconhecido em todo o mundo como símbolo da excelência do design italiano. Fundada em 1930 em Turim, com o nome Carrozzeria Pinin Farina pelo segundo mais novo de uma família de onze irmãos de nome Giovanni Battista “Pinin” Farina.  “Pinin” é como carinhosamente era chamado no dialeto do Piemonte, o pequeno, o mais novo.

Sua história está intimamente ligada à colaboração existente desde 1952 entre “Pinin” Farina e a Ferrari. A ligação com a companhia com sede na cidade de Maranello é tão forte que a grande maioria de seus carros foi projetada pela Pininfarina. O estúdio também trabalhou com outras famosas marcas automobilísticas italianas, como Maseratti, FIAT e a Alfa Romeo e também de todo o mundo como a General Motors, a Peugeot e mais recentemente até a Chery.

Não é só no design de carrões que o estúdio de design se destaca. Com mais de 85 anos de história, desenvolve seus projetos com base nos conceitos de elegância, inovação e pureza. Em seu portfólio temos bicicletas De Rosa, eletrodomésticos da Gorenje, móveis planejados da italiana Snaidero e até uma colaboração com a tradicional fabricante de whisky Chivas Regal em uma edição limitada do Chivas 18.

chivas_pinifarina_limited-edition_01

Nos últimos tempos, a Pininfarina se aventurou pelo design em arquitetura. Sendo no estádio da Juventus em Turim sua terra natal, ou em edifícios residenciais em Miami ou em Cingapura, seu design futurista e aerodinâmico é inconfundível. Foram também ganhadores do prêmio internacional de arquitetura de 2016, com o projeto da Torre de Controle do novíssimo aeroporto de Istambul, que é aquela imagem lá do começo do post.

Nós também temos um legítimo Pininfarina em São Paulo. O projeto, um edifício residencial de luxo na Vila Olímpia, foi lançado no final do primeiro semestre de 2014, e é resultado de uma parceria feita pelo escritório com a incorporadora brasileira Cyrela Brazil Realty e foi batizado de “Cyrela by Pininfarina”. (www.cyrelapininfarina.com).

Vamos falar de Turim, terra natal da Pininfarina. Mesmo sendo um pouco menos conhecida pelos brasileiros, a cidade tem muitos acontecimentos ilustres.  Ali nasceu o Eataly em 2004, o mais famoso empório gastronômico, seu proprietário é piemontês e a loja de Turim foi a pioneira. Impossível também não ligar automaticamente a cidade, ao nome da família Agnelli e a marca de automóveis FIAT.

Diferente de sua prima irmã Milão, que fica a mais ou menos 150 km de distância, e seu famoso risoto à base de açafrão (novo post !), sua culinária não é muito conhecida. A cidade é linda, com grande patrimônio arquitetônico e belos panoramas, já que é cortada pelo rio Pò. Este rio empresta o seu nome às planícies Padanas, e dele tiramos o nome de um queijo delicioso chamado Grana Padano. Tirei o trecho abaixo da Wikipedia, adorei pela clareza da explicação:

“Grana padano é um queijo italiano típico da Planície Padana, mas da margem norte do rio Pò, enquanto que o Parmigiano-Reggiano é a seu contraparte da margem sul. Ambos têm Denominação de Origem Protegida, são feitos com leite de vacas criadas localmente, de cura longa (pelo menos um ano) realizada em ambiente arejado e podem ser consumidos tanto em fatias, como antepasto ou no fim da refeição, ou ralados para serem usados noutros cozinhados (…). 

differenze-parmigiano-reggiano-grana-padano-690x336

As características organolépticas dos dois “queijos-irmãos” são diferentes, para além do preço: o Parmigiano é mais caro que o Grana, possivelmente por a produção de Grana Padano ser maior que a do Parmigiano; para além disso o Parmigiano é mais salgado, o que pode ser devido não só ao método de produção, mas também a diferenças na qualidade dos pastos e na própria alimentação das vacas que, no caso do Parmigiano, inclui o mesmo leite. “

Já falamos bastante sobre o queijo Parmigiano em um post anterior. Vale a leitura.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s