Milano e seu famoso Risoto

Milão, capital da Lombardia, é uma cidade internacional e cosmopolita, um dos mais importantes centros da União Européia para negócios e finanças. É para os Italianos o que São Paulo é para nós brasileiros, uma cidade de negócios. Também é conhecida mundialmente como a capital do design e da moda, suas Maisons de ícones como Versace e Armani na Via Montenapoleone e a Galleria Vittorio Emanuele na Piazza del Duomo são famosíssimos.

galeria-v-emanuelle

Em Abril acontece na cidade Il Salone del Mobile di Milano, importante feira mundial de design e criação em móveis e objetos. O Salão do Móvel e todos os seus eventos paralelos espalham-se pela cidade, esbanjando modernidade, design, cultura, novidades e eventos por todos os cantos. Marcas tradicionais de mobiliário e objetos decorativos lançam lá suas tendências, que são espalhadas e replicadas em todo o mundo.

milan_design_week_salone_del_mobile

A Cidade tem associado ao seu nome um dos pratos mais famosos da culinária italiana: Il risotto alla milanese. A história desta receita original é tão fantástica quanto muitas outras que já contamos por aqui. Ela mistura tudo de melhor que existe nas lendas italianas: um Duomo em construção, um mestre artista, um casamento e muitas intrigas. Nos conta a história que a receita original foi criada em 1574 para uma festa de casamento. Valério di Fiandra, mestre artista responsável pela criação dos vitrais do Duomo de Milão, era muito conhecido por suas obras de artes, mas também se destacava na gastronomia, cozinhando e dando uma de chef de vez em quando.

duomo-milano-night

Quando sua filha resolveu se casar, Signore Fiandra ofereceu um jantar aos convidados fazendo um dos seus mais conhecidos pratos, il Risotto. Já naquela época o arroz era associado à felicidade e prosperidade para os noivos, por isso sua escolha como prato principal em uma festa tão importante. Durante a preparação, Signore Fiandra teria deixado cair acidentalmente na panela uma quantidade de açafrão. Depois do jantar, todos comentavam sobre o brilhante prato servido, e o “acidente” na cozinha acabou por receber vários elogios dos convidados. Nascia naquele momento o Risotto alla Milanese.

Existe outra história, com notas de romances policiais, sobre uma discórdia entre o mestre e um de seus pupilos, que misturava cores para os vitrais magnificamente e em suas receitas de vidro o açafrão era parte importante. Daí para a história da receita do risotto foi um pulo: novamente, quando do banquete de casamento da filha do Signore Valerio di Fiandra, este brilhante aluno subornou o cozinheiro para que esse colocasse no risoto do jantar um pouco de açafrão. Imagine a surpresa dos convidados quando viram aquele arroz amarelo dourado. Depois de alguma hesitação, os convidados provaram e aprovaram a novidade!

milao-e-seu-risoto

Além do sabor e da cor dourada do açafrão, o sabor do risoto alla milanese também vem do queijo parmigiano-reggiano e da pancetta, que são ingredientes de sabores marcantes. Pode ser servido como prato principal, mas combina muito com ossobuco de vitela, como é servido muitas vezes nos tradicionais restaurantes da cidade.

2 Comments Add yours

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s