Veneza e o Carnaval – uma história antiga

 

veneza-imagens

Veneza é uma cidade de sonhos, há séculos seus personagens e histórias habitam o nosso imaginário coletivo. Muito dessa fama e desse mistério que a cidade carrega se deve ao seu Carnaval. Como em todas as outras tradições já abordadas por aqui, essa festa também envolve disputa de datas e autorias. Os primeiros documentos encontrados com a palavra “carnaval”, que descrevem ou fazem referência à festa popular desta cidade idílica, remontam século XI.

“A festa foi instituída em 1094, mesmo ano da consagração da Basílica de São Marcos, pelo doge Vitale Falier. Proveniente de uma das famílias mais potentes da cidade, Falier propôs que antes do início da quaresma, a população tivesse direito a usufruir de um período de jogos, brincadeiras e diversão pública. Não era uma novidade. Os romanos no passado já realizam este tipo de festa, nos chamados dias Saturnali, quando festejavam o deus Saturno, com banquetes, sacrifícios e subversão dos papéis: os escravos tomavam o lugar dos patrões por um período.

Mas foi em 1296, que o Senado veneziano formalizou o carnaval com um decreto que declarava que o último dia antes da quaresma fosse festa. A população, porém, já começava a comemorar o carnaval meses antes, em dezembro. A oficialização do evento trouxe consigo uma série de usos, costumes, além de caracterizá-lo como um verdadeiro business. Nesta época já existiam, por exemplo, as escolas ou confrarias dos “mascareri”, ou seja, os artesãos que produziam as máscaras e fantasias para os foliões.”

Trechos explicativos extraídos do blog Italia per Amore, um guia fabuloso de Veneza e da região do Veneto (http://italiaperamore.com/historia-e-curiosidades-carnaval-veneza/).

A palavra Carnevale, passou a ser empregada a partir da Idade Média e literalmente quer dizer “livrar a carne”, ou seja, extravasar suas energias e vontades, e depois, somente depois de praticar todos os pecados possíveis, retirar-se para a penitência da quaresma.

Os trajes que hoje associamos ao Carnaval da cidade, são característicos do século XVIII, quando a tradição da festa efetivamente se estabeleceu e ganhou sua fama, com sua nobreza se disfarçando, abandonando sua identidade e se fantasiando, para sair discretamente e se misturar com o povo.

Tradicionalmente as comemorações duram 10 dias, antes da quaresma, com muita festa, bailes de gala tradicionais e desfiles das Compagnies como “os antigos” e “os ardentes”. Também são tradicionais os concursos de máscaras (Il concorso della maschera più bella) e o La Dote, concurso de beleza feminina, um sofisticado e elegante “Miss  Carnaval de Veneza”.carnavale-montagem

Na semana passada, foi a abertura da festa, e desde então já tivemos muitos eventos na cidade, que já está lotada de lindas fantasias e misteriosos mascarados. O desfile de barcos e gôndolas que parte da Ponta da Dogana e segue em direção ao famoso Rio Cannareggio ocorreu no domingo dia 12, e já temos imagens maravilhosas feitas nos canais. No último sábado aconteceu o evento oficial de abertura: Il Volo dell´Angelo, o vôo do anjo, um dos acontecimentos mais esperados e comentados em todas as festas. Com a Piazza San Marco cheia de convidados, uma colombina faz um “vôo” partindo do Campanille di San Marco em direção ao pátio do Palazzo Ducale. Na sua mão, ela segura um cetro, que será entregue ao Dodge que a aguarda. Com isso, está aberto o Carnaval!!

Sugiro uma visita ao site do evento (quanta modernidade!!), lá encontramos muitas informações, tais como: quem são as pessoas, onde os eventos e bailes acontecem, é fantástico: http://www.carnevale.venezia.it/

site-carnevale

E… Vamos ao que interessa, o que se come por lá? Quais são as gostosuras desta época tão peculiar?

Entre as comidas típicas do Carnaval em Veneza, duas se destacam: a frittelle (bolinhos doces fritos) e a crostole. Veneza é invadida pelo cheiro destes doces, e a atmosfera inebriante conquista os paladares mais exigentes de turistas e residentes. O aroma é tão bom que fica difícil não cair na tentação.

Le frittelle alla veneziana são feitos com uma massa onde se mistura a farinha, ovo, leite, açúcar, levedo de cerveja e algumas vezes um pouco de grappa, também adiciona-se uva passa ou pinollis, dependendo da casa onde se compra os doces. Depois de misturados os ingredientes, a massa deve descansar para fermentar. Faz-se um bolinho e leva-se ao óleo para ser frito. Antes de servir, polvilha-se o bolinho com açúcar. Le frittelle devem ser servidos quentinhos e bem frescos. Nas receitas mais antigas usava-se banha para fritura no lugar do óleo de hoje, muitas vezes o leite utilizado era de cabra e a mistura era enriquecida com açafrão. Hoje é mais difícil achar esta receita mais rebuscada.

frittelle-tonolo

A receita de Crostoli ou Galani é mais velha do que a  frittelle: sua origem remonta ao tempo dos romanos, que durante o Festival da Primavera, com a mesma mistura utilizada para fazer lasanha, preparavam um doce  muito semelhante ao Galani, frito em gordura de porco e adoçados. Há uma sutil diferença na espessura e forma do Crostoli do Veneto, típico do continente, e os Galani Veneziani, típico de Veneza e da lagoa, mas a mistura não muda. Os Galani são mais finos e sua forma é uma reminiscência das fitas, mais alongados; os crostoli são grandes retângulos com massa mais espessa.

crostoles-montagem

O Galano Veneziano segue uma receita parecida ao dos bolinhos fritos (Le frittelle), a diferença é que se usa vinho branco e raspas de casca de limão em seu preparo. Ao invés de usarmos uvas passa ou pinollis na massa, o doce pode ser recheado com licor, normalmente anisette (licor de anis). A massa é mais densa, e o crostole é feito de forma retangular, muito parecida com um pastel, que depois de frito, polvilha-se com açúcar.

spritz.jpg

A bebida mais tradicional de Veneza é o spritz, coquetel feito com espumante, bitter ou aperol e água com gás. Hoje se toma Spritz em toda a Itália, e também no Brasil. A bebida está entre as mais populares!

Buon appetito!

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s