Todos os caminhos levam à Roma – Termini

Vocês já ouviram, com certeza, alguém em algum momento dizer que todos os caminhos levam à Roma. Eu já ouvi muitas vezes… De Italianos e de não Italianos…  A frase vem dos tempos da antiga Roma, quando a cidade dos Césares era o umbigo do mundo e o Império ia da Bretanha à Pérsia. Na geografia moderna isso quer dizer que a extensão sob domínio romano ia da Inglaterra ao Irã. As estradas romanas e seus caminhos retilíneos ou tortuosos, eram famosos em todo o mundo, e eram essenciais à expansão e consolidação do Império que chegou a ter mais de 80 mil quilômetros de vias construídas.

As estradas eram peças fundamentais na estratégia de dominação de territórios, por elas passavam exércitos, funcionários do governo, mensageiros que levavam ordens de uma ponta à outra do Império e todo tipo de mercadoria. Mas elas eram muito mais do que uma vias por onde se transportava riqueza e itens materiais, afinal todos os bens intangíveis do Império, como cultura e história, fluíam por estes Cursus Publicus.

montagem via apia antica

Reza a lenda que a partir do centro de Roma, partiam e irradiavam nada menos que 29 vias. Os trajetos de muitas estradas romanas sobreviveram ao longo dos milênios e ainda hoje é possível ver suas estruturas em algumas regiões na cidade. Muitas das rotas antigas ainda são utilizadas, mas as estradas com sua pavimentação original há muito tempo foram transformadas em estradas modernas e cobertas por asfalto. Via Appia, a primeira de todas, ainda hoje é bem visível e podemos caminhar sobre ela, partindo da área próxima ao Circo Massimo e Terme di Caracalla, onde era situada a antiga Porta Capena.

Hoje todos os caminhos ainda levam à Roma, mas mais especificamente levam à Stazione Roma Termini. A estação de trens é a mais importante de Roma e uma das maiores da Europa. É praticamente impossível visitar a cidade e não passar pelo menos uma vez pela famosa estação. De lá partem e chegam trens regionais e de alta velocidade da Trenitalia, que fazem a ligação entre as principais cidades da região e de toda o país, assim como os trens que conectam os aeroportos à cidade.

termini 01

O nome Termini vem da região em que ela está e que por sua vez leva o nome das Termas de Diocleciano que se localizam bem em frente à sua entrada principal. A terma, a maior e mais importante da época do Império, é hoje uma das 4 sedes do Museu Nacional Romano, juntamente com o Palazzo Massimo, o Palazzo Altemps e a Cripta de Balbo. Um de seus espaços internos foi transformado em Igreja por Michelangelo no século XVI, vale a pena visitar a Igreja de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri. A genialidade de Michelangelo se materializou no momento em que ele não alterou extremamente o espaço do Tepidarium das Termas, ele o adaptou, utilizando seu pé direito altíssimo, e fazendo desta igreja uma das maravilhas de Roma.

montagem termas 01

Hoje a Termini é muito mais do que uma estação de trem, já que é a estação central da cidade e onde se encontram as linhas A e B do Metrô. É também um bom centro comercial e de serviços: dispõe de depósito de bagagens, lojas muito legais (como a Carpisa, a Kiko, a Intimissimi, a Venchi), livrarias, cafés e restaurantes, e agora temos a nossa disposição um espaço sensacional chamado Mercato Centrale.

banner-MCR

O espaço pensado pelos empreendedores locais Umberto Montano e Claudio Cardini quer oferecer aos seus visitantes um retorno às origens da alimentação italiana, à essencialidade (olha este conceito lindo aqui de novo!). O Mercado foi idealizado e formatado nos moldes do Mercado Central de Florença que fez uma verdadeira revolução no espaço que ocupa, já que o empreendimento valorizou os arredores da estação de trem de Santa Maria Novella, na capital toscana.

É muito legal ver que o espaço é visitado por turistas, mas também por muitos moradores e trabalhadores da região, que em seu horário de almoço nos escritórios, comem por aqui.

montagem mercato 04

A área da estação onde o mercado foi instalado era o local original onde as refeições servidas nos vagões dos trens eram preparadas, a cozinha. O espaço é lindo, com pé direito alto e arcos revestidos em tijolinho aparente. No meio deste lindo espaço há uma peça de mármore português lindíssima chamada Cappa Mazzoniana, em homenagem ao arquiteto Angiolo Mazzoni idealizador do projeto original da Termini. Embaixo e ao redor desta peça, feita como uma enorme coifa no projeto da cozinha dos anos 1930, encontramos 19 espaços de comida tradicional e artesanal de diversas regiões italianas. Cada espaço oferece as delícias preparadas por nomes conhecidos da gastronomia local.

montagem mercato 05

 No dia que passei por lá, especialmente para conhecer o Mercato, escolhi o restaurante do Chef Luciano Savini que é dedicado aos amantes das trufas/tartufos. A família Savini é da região da Toscana, e trabalha com produtos a base ou relacionados às trufas há quatro gerações (www.savinitartufi.it). Lá encontramos trufas nas mais variadas apresentações possíveis: ao natural, em conversa, em azeite, com mel, em pratos como antepastos, pizza ou em uma boa pasta ao tartufo a partir de 13 euros.

montagem mercato 03

Eu acabei comendo a minha preferida, uma bela pasta alla carbonara, porém com um toque de gênio: um pouquinho de tartufo nero “ralado” por cima. O sabor é incrível!

 montagem savini 01

O espaço do Mercado vale por si só uma visita, já que por lá podemos comprar e degustar várias especialidades de várias regiões em um só local. Além disso, é muito prático pela sua localização central, facilitando muito a nossa vida quando estamos vagando por Roma como turistas à procura de maravilhas de sua culinária. Recomendamos! Buon appetito!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s