Milano, il Salone e o Panzerotto do Luini

Milão é a capital econômica da Itália, mas também é conhecida como capital da moda e do design na Europa. Já falamos sobre esta cidade dinâmica e acelerada, quando estávamos nos deliciando com a história de seu famoso risoto. O que nos traz aqui de novo, é o importantíssimo Salão do Móvel, evento referência, que reúne profissionais do segmento da arquitetura, decoração e design, além de muitos entusiastas e curiosos.

Então, vamos começar do começo…Por lá, todos os anos no mês de abril, acontece o Salão Internacional do Móvel, exposição que exibe o que há de novo no mercado de móveis, objetos de decoração e design voltado para nossas casas e escritórios. O Salone del Mobile di Milano é um hub criativo e de design para o setor de mobiliário, apresentando designers e marcas italianas, assim como de diversos outros países.

Salone-del-Mobile-1-770x293

Em sua 56 ª edição, esta importante feira está se preparando para mais uma vez para ser o foco da atenção internacional, já que faltam menos de 15 dias para que o ritmo frenético dos eventos e das idas e vindas das pessoas comece por lá.

A maior parte dos expositores está localizada no centro de exposições Rho – Fiera, um lindo espaço, projetado pelo arquiteto Massimiliano Fuksas, entre 2002 e 2005. Esta Nova Feira de Milão é uma construção impressionante, com 5 km de perímetro e uma superfície construída de 1.000.000 m². A área de exposição é constituída por oito grandes pavilhões de um ou dois andares que juntos somam mais de 200.000 m² onde móveis, objetos de decoração, luminárias, e muitas coisas interessantes são exibidas aos que por lá passeiam. Esta é a maior feira do setor no mundo, a edição de 2016 atraiu 372.151 visitantes, segundo o site oficial do evento. Normalmente são pessoas ligadas ao design, à arquitetura ou curiosos. Durante a visita, é possível tocar, sentar e experimentar o melhor que a indústria moveleira pode oferecer, com peças únicas, feitas por designers famosos, em estilos variados, que vão do clássico ao moderno, além daquilo que será tendência dos próximos anos, já que o que é apresentado, depois se reflete e se repete em todo o mundo da arquitetura e decoração.

 montagem il salone.jpeg

Além das clássicas exposições dentro dos pavilhões da Fiera Rho, localizados na área metropolitana de Milão, mas acessiveis facilmente de metrô, acontecem eventos em toda a cidade. O Fuori Salone movimenta os bairros de Brera, Lambrate, Porta Romana, via Tortona entre outras novas localizações que surgem a cada ano (www.fuorisalone.it).  O Salone + Fuorisalone definem o Milan Design Week, o evento mais importante do mundo para o design. O lema deles realmente tem tudo a ver com a proposta dos eventos: Be the first to see the latest!

E, como sempre, depois de andar loucamente pela Feira e pelos bairros da cidade com suas igrejas maravilhosas e museus fantásticos, chega a hora em que o estômago já não aguenta mais de fome, e precisamos parar, recarregar as baterias e conseguir mais energia para continuar a maratona. Daí uma parada estratégica, num local despretensioso, onde se come um quitute bom e barato, é muito providencial. O Luini Panzerotti (www.luini.it) fica pertinho do Duomo, atrás da Loja de Departamentos La Rinascente, na área mais frequentada por nós turistas, e tem um panzerotto muito famoso na cidade. Na minha última passada por lá, cada um custava €2,70. Dava para comer quantos eu aguentasse!

luini pazerotto fb

O Luini foi fundado em 1888 e era originalmente uma padaria. Foi Giuseppina Luini, em 1949, que resolveu fazer uma das maravilhosas receitas da sua terra, e levou a guloseima do sul para o norte da Itália. Em pouco tempo a receita conquistou os milaneses, que faziam (e fazem) enormes filas para comprá-la.

montagem panzerotto.jpeg

O panzerotto (no singular) ou panzerotti (no plural) não é uma receita típica da região da Lombardia, onde fica a cidade de Milão. Na verdade, ela é tradicional da culinária da Puglia, no sul da Itália. Dizem alguns locais que a receita é original de Bari, mas como sempre existe uma disputa envolvida nisso…rs

country-italy-map-small

O panzerotto surgiu como uma espécie de calzone menor, feito com a mesma massa da pizza, fechado e em forma de meia lua. Ele pode ser frito ou assado e deve ser servido fresco e quente. Seu tamanho é suficiente para matar a fome perto da hora do almoço ou no meio da tarde. É um lanchinho, um tira-gosto delicioso na hora que a fome aperta. O recheio tradicional de mozzarella, tomates pelados e manjericão é o mais pedido, mais famoso, mais saboroso, mais tudo! Sim, eu adoro!!! Mas é feito com vários outros recheios, incluindo versões doces.

Buon appetito!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s